O mel é um dos alimentos mais amados pelos brasileiros. Não importa a idade, todo mundo tem uma história com ele, seja naquela receita especial, nas gripes da infância ou no cuidado diário com a saúde. Mas você sabia que no Brasil existe uma infinidade de tipos de mel, cada um com diferentes benefícios para a saúde?

Tudo isso acontece conforme as floradas, definidas a partir do néctar das flores. São elas, com a ajuda das abelhas, que definem a cor, o sabor e o aroma do mel produzido. Quer saber mais sobre esse processo? Separamos uma lista com os principais tipos de mel e como você pode reconhecê-los. Confira!

 

MEL SILVESTRE

Uma das floradas mais comuns para a produção do Mel Santa Bárbara, considerada uma das melhores e mais abundantes do mundo. Proveniente de diversas flores (multifloral), o mel silvestre tem efeito antioxidante, além de propriedades calmantes e laxativas; um verdadeiro revigorante natural.

 

 

MEL DA FLOR DE EUCALIPTO

Também comum na nossa produção, o mel da flor de eucalipto possui uma cor mais escura  e sabor intenso. Seu consumo é muito indicado para o tratamento e alívio de infecções intestinais, vias urinárias e doenças respiratórias, uma vez que possui função expectorante.

 

MEL DE AROEIRA

Extraído do néctar da árvore e do melato, o mel de aroeira possui uma coloração escura e é capaz de combater doenças do estômago, como a úlcera gástrica. Segundo pesquisadores, a diferença deste mel para os demais se dá por conta de uma espécie de casamento da planta com um inseto invisível a olho nu.

Ele também pode agir contra a H. Pylori, uma bactéria que coloniza naturalmente a mucosa do estômago humano, e pode ser usado em plastos para queimaduras e feridas. 

 

MEL DA FLOR DE LARANJEIRA

Diferente do eucalipto, o mel derivado da flor de laranjeira possui uma coloração mais clara e sabor bem suave. Ajuda a regular a função intestinal, além de ser um ótimo tranquilizante natural e febrífugo (combate a febre).

 

MEL DA FLOR ASSA-PEIXE

Popularmente conhecida como Assa-Peixe, a planta de nome científico Vernonia Polifanthes Less, típica do Brasil, produz um mel característico de coloração amarela clara e alta viscosidade. Com sabor e aroma agradáveis, esse tipo de mel tem efeito calmante e expectorante.

 

MEL DA FLOR CIPÓ-UVA

Reconhecido por sua ação antioxidante, principalmente no fígado, esse mel deriva da espécie Serjania Lethalis, planta nativa conhecida popularmente como croapé, cipó-uva e cipó-três-quina.

 

 

MEL DE BRACATINGA

Semelhante ao mel da Floresta Negra, na Alemanha, o mel de bracatinga possui uma cor escura e sabor encorpado, chegando a ser amargo. Muito comum na região oeste de Santa Catarina e Paraná.

 

MEL DA UVA DO JAPÃO

Um mel de difícil cristalização, produzido em regiões de altitude média. Ajuda na renovação do plasma do sangue, ativa as funções intestinais e auxilia no tratamento da anemia.

 

Viu só? Mel é um alimento rico e muito versátil na nossa natureza. Agora que você conheceu as principais floradas, que tal visitar a nossa loja online e levar para casa o melhor mel do Brasil? Um produto natural, saudável e delicioso para toda a família.

 

Fonte: Brazil Let’s Bee | G1

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

Postar Comentário