Que o mel traz diversos benefícios à saúde, isso muita gente já sabe. Além de fortalecer o sistema imunológico, ele ajuda na digestão e também tem propriedades cicatrizantes. Porém, você sabia que uma das mais curiosas, e úteis, características do mel é a sua durabilidade? Pois é, esse delicioso alimento é praticamente o único da natureza que não estraga. Mas como isso acontece? Calma, que a gente explica pra você. 🐝

 

O que diz a ciência?

O mel é um alimento higroscópico, ou seja, tem a capacidade de absorver a umidade do ar, isso faz com que ele tenha pouca água em sua composição. Um ambiente assim é menos receptivo a bactérias ou micro-organismos, como explica Amina Harris, diretora-executiva do Centro de Mel e Polinização, no Instituto Robert Mondavi da Universidade da Califórnia, EUA, “Eles (bactérias e micro-organismos) são sufocados pela falta de umidade, essencialmente. O fato de os organismos não poderem sobreviver por muito tempo no mel significa que eles não têm a chance de estragá-lo”.

 

 

Outra razão do mel não estragar é o seu fator de acidez. Apesar do gosto ser doce, a iguaria tem um pH entre 3 e 4,5, que impede o surgimento de, praticamente, qualquer forma de vida microscópica.

Porém, existe um verdadeiro responsável pela conservação do mel: as abelhas. São elas que tiram boa parte da água presente no néctar ao baterem suas asas. 🍯 Além disso, as abelhas liberam enzimas, como a Glicose oxidase, criando um ambiente ácido com propriedades antibactericidas. Mais um ponto para elas!

 

Então o mel da Mel Santa Bárbara não tem validade?

Quando protegido da luz, da umidade e do calor, nosso mel dura bastante tempo. Mas nem todo mundo consegue fazer isso por um longo período. Por isso, a legislação brasileira recomenda que o produto seja consumido em até 2 anos.

 

 

E para evitar que nosso delicioso mel absorva a umidade dos ambientes, como durante o transporte ou nos pontos de venda, as embalagens da Mel Santa Bárbara vem com um lacre bem resistente. Assim, ele chega sempre perfeito na sua casa: acesse nossa loja online e conheça nossa linha completa.

Fique ligado(a): depois de romper o lacre, o produto pode sim se deteriorar, mas esse processo ainda demora mais do que a maioria dos outros alimentos da sua cozinha. E mesmo cristalizado, o produto ainda pode ser consumido – desde que esteja com o lacre intacto. Basta aquecê-lo em banho-maria. 😋

 

Fonte: Megacurioso | Hypescience

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

limpar formulárioPostar Comentário